Oh No – Dr. No’s Ethiopium

04.10.2009 — Música, Resenhas

Oh No
Dr. No’s Ethiopium
(Stones Throw; 2009)

Criar expectativas pra cima de um disco é algo às vezes inevitável, porém muito perigoso. Oh No é irmão de Madlib e me conquistou com o álbum Dr. No’s Oxperiment, um dos grandes lançamentos em 2007. Você deve imaginar, portanto, o que passou pela minha cabeça quando soube de Dr. No’s Ethiopium, um trabalho feito somente com samples de discos da Etiópia e o sucessor do excelente Dr. No’s Oxperiment.

Sendo sincero e direto ao ponto, Dr. No’s Ethiopium me deixou um pouco desapontado. Talvez por toda a perigosa expectativa na qual criei antes de ouvi-lo. Não é, simplesmente, o disco que eu esperava, ainda mais sendo eu um fã tanto de hip-hop instrumental quanto de música africana – além de apreciador confesso do trabalho de Oh No.

Uma coisa que me agrada muito em sua música é que seus beats se aproximam bastante de dois dos meus beatmakers preferidos de todos os tempos. O primeiro deles é seu irmão, Madlib. O segundo é J Dilla, o mais criativo e inovador beatmaker de todos os tempos. Mas Oh No não chega nunca a soar como uma cópia de nenhum deles, traçando seu próprio caminho disco após disco, com uma sonoridade robusta e peculiar.

O fato de Dr. No’s Ethiopium não conseguir superar minhas expectativas, porém, não faz dele um disco ruim. Muito pelo contrário. São 18 faixas muito boas, experimentais e curtas – poucas chegam a ultrapassar dois minutos. O lado africano da coisa não é muito aparente, o que pode desagradar a alguns. Mas, na minha opinião, isso faz com que o disco não se torne caricato, uma vez que os ritmos africanos andam tão em voga ultimamente.

De qualquer maneira, Oh No definitivamente merece que seu trabalho seja observado de perto, sendo ele um dos grandes nomes do rap instrumental dos tempos atuais. Portanto não deixe Dr. No’s Ethiopium passar despercebido.

– Six

Nota:

Tags: