Mixtape: Retrospectiva Rick Froberg (Obits, Hot Snakes, Drive Like Jehu e Pitchfork)

15.05.2014 — Blog

obits-2Hoje, quinta-feira, dia 15 de maio, vai rolar em São Paulo o Sub Pop Festival, que contará com shows de três grupos da lendária gravadora de Seattle: Obits, METZ e Mudhoney, nessa ordem. Uma oportunidade incrível para ver um dos grandes nomes do rock norte-americano dos últimos quinze/vinte anos. Nem falo de Mark Arm, que já veio inúmeras outras vezes ao Brasil com o seu Mudhoney, mas, sim, de Rick Froberg, líder do Obits e fundador do Hot Snakes, Drive Like Jehu e Pitchfork. Mas Rick não é rock e ponto final. Em 1986, quando começou sua carreira com o Pitchfork ao lado de seu eterno parceiro John Reis (Rocket From the Crypt), Rick trazia um post-hardoce bem direto, muito potente e influenciado pelo hardcore californiano. Porém o grupo durou apenas um disco, chamado Eucalyptus, de 1990, e no ano seguinte Rick partiu para formar um dos grupos mais influentes do início da década de 90, o Drive Like Jehu, que misturava o post-hardcore do Pitchfork com math rock, post rock e melodias vocais bem emo. Rick e John se uniram ao baterista Mark Trombino (futuro produtor de praticamente todas as bandas emo do fim dos anos 90/início dos 2000) e juntos eles produziram dois álbuns seminais, o auto-intitulado, de 1991, e Yank Crime, de 1994. O Hot Snakes surgiu apenas em 2000, unindo novamente Rick e John num grupo de puro garage rock energético em uma época (entre 2000 e 2005) tomada por um indie rock meio mole ou um garage rock caricato. Os três lançamentos do Hot Snakes não são históricos, mas são obrigatórios, pois formam uma resistência forte, mas leve à época. Automatic Midnight (2000), Suicide Invoice (2002) e Audit in Progress (2004) são os últimos álbuns, por enquanto, que unem a agilidade de Rick aos riffs marcantes de John e reúnem as canções mais grudentas da carreira de Froberg. Já com o Obits, que abre o festival de hoje, Rick deixa a obrigação de ser rápido, forte ou pesado de lado e traz um rock bem mais tradicional nesses três lançamentos que o grupo já fez pela Sub Pop. Na mixtape abaixo, você faz uma breve e violenta viagem pelo mundo musical de Rick e mais abaixo confere algumas das artes que o mesmo fez para seus discos. Portanto, se você for ao Sub Pop Festival, chegue cedo. Rick Froberg te aguarda com toda a sua história e peso.

Rick Froberg by Suppaduppa on Grooveshark pitchfork-eucalyptus drive-like-jehu-yank-crime rocket-from-the-crypt-rftc hot-snakes-audit-in-progress