5 músicas da semana – 17/04

17.04.2015 — Blog

jenny-hval
São inúmeras as canções que saem todos os dias por aí, mas com calma juntaremos, todas as sextas-feiras, cinco músicas novas que escutamos ao longo da semana para você prestar uma atenção extra. Portanto, preste atenção! Aqui vai a rápida lista.

1. Jenny Hval – “Sabbath”

Jenny Hval está a alguns meses de lançar seu terceiro álbum, chamado Apocalypse, Girl, e a primeira faixa a sair dele é uma linda lembrança de Sarah Nixey e o seu Black Box Recorder. Partes faladas, voz sexy, clima soturno e refrão bem melódico, “Sabbath” atiça muito bem os ouvidos enquanto esperamos o que parece ser mais um belo lançamento da norueguesa.

2. Nils Frahm – “Wall”

Já faz um mês que “Wall” está disponível no Soundcloud do Nils Frahm, mas a faixa é tão inesperadamente viciante que a vontade de Nils de Piano Day, o seu novo disco, ser mais importante que o Natal começa a fazer sentido a cada nota e crescendo do piano. Piano esse intenso e que não te deixa respirar; deixa apenas um vazio total no ambiente ao fim.

3. Field Music – “Casting Out Pts 2 and 3”

As gravações do Field Music são tão boas e limpas que eu fico com vontade de faxinar a casa inteira só para deitar tranquilo em um chão sem germes. “Casting Out Pts 2 and 3” foi tirado do Music for Drifters, disco instrumental que o grupo acabou de gravar como se fosse uma trilha para o documentário Drifters, de 1929. Como sempre, bateria e guitarras funcionando lindamente juntos e comprovando que os Steely Dan provavelmente são tios distantes dos irmãos Brewis.

4. Damien Jurado – “On the Land Blues”

Falando em filmes, desde Brothers and Sisters of the Eternal Sun, de 2013, Damien Jurado tem trabalhado na trilha do filme Tumbledown e “On the Land Blues” é a primeira amostra dessa trilha. A faixa é mais próxima dos trabalhos do começo dos anos 2000 de Damien, ou seja, o negócio é triste e bonito com Damien solitário com o seu instrumento.

5. Lazerhawke – “Escape from Germany”

Falando em filmes novamente, o pessoal da Retro Promenade juntou vinte artistas para lançar um disco totalmente inspirado nas trilhas e filmes de John Carpenter, chamado simplesmente de Carpenter. Dá para sentir muito bem o clima synth-dark-oitenteira de The Thing, Big Trouble in Little China, Christine e, principalmente, Escape from New York. “Escape from Germany” é do texano Lazerhawk, talvez o mais conhecido dentre todos os artistas do álbum, e a minha preferida por ser uma mistura bem interessante do synth dark de John Carpenter e o synth mais pop do próprio Lazerhawk.