Warm Soda – Symbolic Dream (Castle Face; 2015)

20.05.2015 — Música, Resenhas

CF-054cover

Numa contextualização rápida, o Warm Soda foi de pequena sensação pop em Someone For You (2013) para uma pequena decepção em Young Reckless Bastards (2014). Acontece que o líder do grupo, Matthew Melton sabotou o próprio disco frente a um grupo que se desfazia na época. Por isso Symbolic Dream, o novo lançamento, talvez seja a verdadeira sequência dos grandes hits que Someone For You trouxe.

Sem respirar, o grupo despeja no novo álbum o power pop que (deliberadamente) faltou ao segundo disco do grupo. São hits (e misses) de faixas breves e totalmente guiadas pelas guitarras e riffs simples e de rápida assimilação, refrões repetitivos e pequenas quebras para a bateria para cima poder fazer as suas viradas.

Symbolic Dream é o Room of Fire que Someone For You merecia. Enquanto Someone mostrava composições fortes, uma banda concisa e refrões sensacionais, Symbolic Dream é mais leve, baseado nos riffs das guitarras, de apelo imediato e por vezes um tanto simplório, mas bastante viciante. O álbum dá pouca margem para discussão porque realmente não há muito a ser debatido. As faixas são obviamente simples e feitas com as fórmulas que já conhecemos do Warm Soda e do seu power pop; no fim ou elas são boas, como “I Wanna Know Her” e o seu clima Buzzcocks imediato, “Cryin’ for Love” com as notas em oitava e o refrão cantado em conjunto, “I Know the Cure” e sua bateria bem Room on Fire ou como “I Wanna Go Fast” com o seu ótimo riff; ou não são tão boas assim. Mas, acredite, o negócio é tão leve e saboroso que cada canção parece mais como uma nova batatinha frita que botamos na boca, bem parecida com a anterior, mas saborosa mesmo assim.

7.0

Tags: