5 músicas da semana – 27/09

27.09.2015 — Blog

Crystal

1. Crystal — “Jungri-La”

Se você me perguntar onde eu estava e o que fazia nos anos 90, eu te responderia tranquilamente que estava em meu quarto, com o ventilador de teto ligado no máximo, jogando videogame. Boa parte desse tempo foi gasto no Super Nintendo e em Donkey Kong Country 1, 2 e 3. Longe de mim querer comparar a simplicidade de Uberaba com o glamour de Tóquio, mas é bem provável que os japoneses do Crystal também tenham feito algo semelhante na mesma época, guardadas as devidas proporções. “Jungri-la” é eletrônica da mais bizarra que homenageia o jogo da Rare de forma perfeita. Nós, aqui da selva, agradecemos. (FS)

2. MED BLU MADLIB feat. MF DOOM — “Knock Knock”

Isso aqui merece um minuto de sua atenção. “Knock Knock” é o primeiro single de Bad Neighbor, disco a ser lançado no final de outubro, com produção de Madlib e voz dos rappers Med e Blu, além da participação de sujeitos como Anderson Paak e Hodgy Beats — sem contar MF DOOM nesta faixa aqui. Sempre bom ver nomes talentosos trabalhando juntos. (FS)

3. .CASTING — “BORDEAU”

Beats gordos feito uma suculenta fatia de barriga de porco no missô é o que eu mais quero nesse domingo de calor massacrante na cidade de São Paulo, capital do Estado de São Paulo. O .CASTING atendeu aos meus pedidos como fez o senhor motoqueiro do delivery, que trouxe a marmita até meu apartamento sem demorar muito junto com meu troco. 5AM é um disco que você deveria ouvir na íntegra se você também aprecia uns beats gordos. Mas, por enquanto, serve a faixa de abertura, “BORDEAU”. (FS)

4. コンシャスTHOUGHTS – “Kotori”

Internet Discotheque é uma daquelas coletâneas de vaporwave que semanalmente aparecem no Bandcamp. Bom, não apenas mais uma, já que trata-se de uma bela compilação de beats espertos e faixas bastante agradáveis, quase como um kit sobrevivência para as tardes de tédio. Não sabe o que ouvir? Faça uma roleta russa de sons e dê o play em qualquer faixa desse rico trabalho que, além de tudo, conta com uma bela capa. Fique com “Kotori”. (FS)

5. Joanna Newsom – “Leaving the City”

Joanna Newsom é sempre uma artista muito mais completa e interessante quando a bateria, a guitarra e a confusão, além de toda a beleza que ronda a sua música e o seu ser, entram em cena. “Leaving the City” é uma perfeita amostra de como essa mistura de beleza e confusão se transforma num monstro imparável quando o negócio engrena. Um monstro vistoso, bonito e peludo rolando montanha abaixo. É assim que vejo “Leaving the City”. (DF)