5 músicas da semana – 04/10

04.10.2015 — Blog

erykah-badu

1. Erykah Badu — “HOTLINE BLING BUT U CAINT USE MY PHONE MIX”

Desde que vi Erykah Badu ao vivo em São Paulo, só consigo acordar todos os dias e me lembrar do quão poderosa e impactante ela é. Sua presença é esmagadora, assim como sua voz e suas composições. Com certeza é um dom pegar, por exemplo, uma música como “Hotline Bling”, do Drake – sujeito que eu nem dou muita bola –, e transformar nessa coisa maravilhosa e única. Talvez os sete melhores minutos da sua semana. Eu amo a Erykah Badu e me ajoelho diante de sua superioridade perante nós. (FS)

2. G Mills – 260 EP

Esse EP inteiro do G Mills dura sete minutos e pouco em cinco faixas. Jazz suave ao piano e batidas. Breves momentos musicais perfeitos para terminar essa semana amalucada. Sério, tudo se encaixa nesse 260 EP. Se o sono não vier, como costuma acontecer aos domingos, ouça a G Mills algumas vezes. Será uma insônia tranquila, pelo menos. (DF)

3. .CASTING — “U Thought (ft. nyt heat)”

O que eu gosto no vaporwave é a capacidade que o gênero tem de me tirar da minha cadeira e me botar num lugar esfumaçado e datado, como uma boate de Uberaba no meio da década de 90. A essa altura do domingo, eu já não tenho mais condições de ficar explicando as coisas por aqui, então só te peço que ouça com atenção “U Thought (ft. nyt heat)” e imagine a chuva de glitter caindo do teto do seu quarto. (FS)

4. ADVENTURES IN STEREO — MADLIB CARNIVAL SPECIAL w/ PETE ROCK & MADLIB

Isso aqui vale mais do que ouro. Vale diamantes, rubis e todos os tipos de pedras preciosas que você conseguir imaginar. Madlib e Pete Rock juntos, botando um monte de discos pra tocar, músicas obscuras do J Dilla, pepitas sonoras de todos os lugares possíveis em um programa de duas horas comandado por J Rocc. Eu simplesmente não poderia pedir mais. (FS)

5. VECTOR GRAPHICS — “CASCADE”

Coisa mais linda é poder dançar no chão da sala com o rádio bombando e mudando de estação automaticamente. Detalhe: todas as estações AM são maravilhosas, então não tem muito erro. Palmas para toda a loucura sonora para a qual somos submetidos diariamente. Não sei mais o que estou falando. (FS)