5 músicas da semana — 29/11

30.11.2015 — Blog

Thumbnail-Erykah-Badu-Debuts-Film-on-Streaming-Service-FDRMX

1. Erykah Badu — “Hello” (feat. Andre 3000)

Às vezes eu sinto que a Erykah Badu não faz o menor esforço para fazer música boa. Mas, vai ver, assim são os bons. Eles fazem parecer fácil o que pessoas comuns como eu e você jamais conseguiríamos fazer, nem mesmo se tentássemos muito. A nova mixtape da musa, But U Caint Use My Phone, foi lançada nessa semana que passou e está uma das coisas mais impressionantes de 2015. “Hello” traz a participação de ninguém menos que Andre 3000, que sempre, sempre entrega versos poderosos e marcantes – e, aqui, a coisa não é diferente. Ouça e se delicie com a canção e com a mixtape toda. (Flávio Seixlack)

Ouça aqui!

Jaakko Eino Kalevi — “Everything Nice”

Essa dica, acredite você, veio diretamente do Japão. E dicas vindas do Japão não podem jamais ser ignoradas. Folgue em saber, porém, que “Everything Nice”, um cover do jamaicano Popcaan, tem qualidade de sobra para estar entre as 5 da semana. Coisa linda melhor que a original. (FS)

3. Animal Collective — “FloriDada”

Não é maravilhoso saber que o Animal Collective está de volta com disco novo pra sair num futuro próximo? “FloriDada” é levemente esquisita, bem pop e quase infantil, mas ainda assim estranha. Dançante e leve do jeito que eu gosto, do jeito que o Animal Collective sabe fazer. Painting With sai no dia 16 de fevereiro do ano que vem. (FS)

4. รอมเฟสงบรรเสงอัน ยุคใหม่ — “A – กระนีไรัเทึยมทาน”

Eu nem sei o que é isso, só sei que é bom demais para ser ignorado. Na realidade, trata-se de uma raríssima trilha sonora tailandesa de 1978, agora relançada virtualmente pela PetPets’ TAPES. Você aí, explorador de discos e beats, vai ouvir 30 segundos disso aqui e saber que está lidando com ouro em seu estado mais puro. (FS)

5. Remember — “あなたのために何でも”

Um pouco de melancolia, nostalgia, tristeza e reflexão nunca fizeram mal a ninguém. O disco novo do Remember faz eu me imaginar caminhando pelas ruas de Tóquio mergulhado em uma grande alucinação, como se funcionasse mais ou menos como trilha sonora de Enter The Void, como se aquilo fosse a minha realidade por algumas horas. Ouça ハートエイクに歩い com carinho e respeito. (FS)