5 músicas da semana – 26/06/2016

26.06.2016 — Blog

preoccupations-anxiety

1. Preoccupations — “Anxiety”

Na medida do possível, “Anxiety” é uma das mais leves e belas canções do Preoccupations, ex-Viet Cong e parte Women. Partindo do pressuposto que toda canção do grupo é tensa, obscura e com grau de ansiedade altíssimo, “Anxiety” é livre, tranquila e com um riff bonito entre guitarras distorcidas e o canto sombrio de Matt Flegel. Uma relaxante e obscura noite para todos nós. (Denis Fujito)

2. Osamu Sato — “Long Tall Eyelash”

Originalmente lançado na década de 90 para o PlayStation 1, LSD: Dream Emulator é um dos jogos mais bizarros e originais do vasto catálogo do primeiro console da Sony. Você basicamente andava — em primeira pessoa — pra lá e pra cá em um cenário muito estranho onde coisas mais estranhas ainda aconteciam. E era isso. Sua excelente trilha sonora, composta por Osamu Sato, finalmente ganhou nessa semana um lançamento virtual e em K7, e é realmente muito bom e nostálgico poder ouvir esses sons novamente em qualidade boa. Solte o play e deixe que as portas do inferno se abram enquanto você passeia de novos pelos corredores macabros de LSD: Dream Emulator. (FS)

3. Hong Kong Express — “ong Kong Express”

Hong Kong Express avisou em sua página no Bandcamp que esse será seu último lançamento com esse nome. Hong Kong Express, o disco, é um trabalho surpreendente porque te joga outra vez para as noites chuvosas da cidade chinesa enquanto o neon ilumina o céu e as poças d’àgua no chão sujo e encardido. Um álbum cuja atmosfera é o que conta, mas que também nos ganha por conta de sua produção redonda e beats criativos. Como sempre, o HKE consegue se desprender dos vícios do vaporwave ao criar um som que é só seu e esbarra em vários outros gêneros, e o que me deixa sempre feliz é o clima cyberpunk de tudo e a vibe Blade Runner dos timbres. Uma incrível jornada, e eu não vou escolher música, apenas soltar o disco todo aqui. Aproveitem. (FS)

4. NITE-FUNK — “Let Me Be Me”

NITE-FUNK é a soma das forças entre DAM-FUNK e Nite Jewel, e o resultado é o mais fino boogie como aquele feito com amor na década de 80. “Let Me Be Me” tem até que mesmo um quê de Michael Jackson fase negra e estará no novo EP da dupla, que sai logo mais. Se você tem acompanhado as mixtapes de City Pop que fiz aqui no Suppaduppa, sabe que o NITE-FUNK é a minha cara. Vamos dançar. (FS)

5. Ian William Craig — “A Single Hope”

Faz um mês que “A Single Hope” saiu, mas faz duas semanas que não colocamos as músicas da semana, e eu queria terminar um desses posts com o ambient ruidoso dessa linda faixa de Ian William Craig. A batida vagarosa, um clima meio My bloody Valentine e a melodia singela no meio de tanto ruído tem funcionado para concentrar a mente e aliviar a pressão externa. “A Single Hope” funciona. (DF)